O que é a Medicina Tradicional Chinesa?

A Medicina Chinesa é o sistema de saúde mais utilizado em todo o mundo, estando documentada desde há 5 mil anos.

É, muito provavelmente, não apenas a mais antiga das medicinas, mas também a que mais tem sido praticada ao longo da história da humanidade.

É uma medicina que se propõe analisar o indivíduo através de um princípio energético e, com esse diagnóstico, proceder ao tratamento, por meio das várias disciplinas que englobam a Medicina Chinesa.

Acupunctura e Fitoterapia

A disciplina da Medicina Chinesa mais divulgada é, sem dúvida, a acupunctura, que consiste na inserção de agulhas filiformes descartáveis em pontos muito específicos do corpo. Além da acupunctura, também a Fitoterapia é um tratamento fundamental na Medicina Chinese tratamento refere-se à conjugação de plantas medicinais chinesas em fórmulas que podem ser apresentadas sob a forma de comprimido, cápsula ou gotas, bem como chá ou creme.

Eficácia

A sábia e experimentada Medicina Chinesa tem dado, ao longo dos séculos, provas da sua eficácia, ainda que às vezes pouco claras para a Medicina do Ocidente que, como não tem uma abordagem energética do indivíduo, tem dificuldade em entender como é que a Medicina Chinesa funciona.

Em Medicina Chinesa, a primeira consulta é uma conversa entre médico e paciente, durante a qual o médico poderá pedir ao paciente para lhe examinar a língua e sentir a pulsação. Durante estas etapas faz-se o diagnóstico energético do paciente, que vai permitir o estabelecimento da terapêutica.

Outras disciplinas

As restantes disciplinas da Medicina Chinesa têm também grande importância, contudo, são menos praticadas no Ocidente, devido, ao estilo de vida Ocidental ser tão diferente do Oriental. A Moxibustão (aquecimento dos pontos de Acupunctura), é facilmente aceite no Ocidente. Outra das disciplinas da Medicina Chinesa é o Tuina (técnica manual de estimulação de pontos e canais energéticos), actualmente mais utilizada no Ocidente, com excelentes efeitos em determinadas patologias, sendo também utilizada para relaxe. Por último, a Dietética é a disciplina que perfaz o todo da Medicina Chinesa. Combinada com as restantes disciplinas, a alimentação regrada pelo diagnóstico energético mostra-se um precioso meio auxiliar num tratamento de Medicina Chinesa.

A pessoa como parte do todo

A Medicina Chinesa é o todo das disciplinas de Acupunctura, Fitoterapia, Qi Gong, Tuina e Dietética, encarando a pessoa como parte de um todo, que é o mundo no qual se insere. Para haver equilíbrio, há que tratar cada caso de forma individualizada, pois cada indivíduo, em si, é também um todo.

Para harmonizar a energia, e assim curar, é preciso harmonizar o todo, ou estar-se-á a tratar apenas parte do problema, levando a que ele volte a surgir, mesmo que sob outra forma. A Medicina Chinesa procura tratar a origem do problema, para o erradicar em definitivo, pois essa é também a postura chinesa ao encarar a vida: analisar cada pequeno aspecto como fruto do todo e essencial para o todo.

 

Onde actua?

A Medicina Chinesa é uma medicina geral, que possui saberes adquiridos ao longo de milénios. É utilizada em todo o mundo como uma “arma” válida para qualquer tipo de patologia, sendo recomendada pela própria Organização Mundial de Saúde (OMS).

Segue abaixo uma lista de apenas alguns dos quadros clínicos onde a Medicina Chinesa actua com sucesso:

Acne

Amenorreia

Amigdalite

Anorexia

Ansiedade

Apresentação do Feto

Artrite Reumatóide

Asma

Asma Brônquica

Bronquite

Bursite

Cataratas (sem complicações)

Cefaleias

Conjuntivite Aguda

Constipação

Contracturas

Controlo da dor aguda

Diarreia

Doença de Crohn

Dor Ciática

Dor Dentária

Dores Menstruais

Dores Musculares

Eczema

Efeitos Secundários da Quimioterapia

Enxaqueca

Enúrese

Epicondilite  (Cotovelo de Tenista)

Faringite

Fibromialgia

Fobias

Incontinência urinária

Indução da ovulação

Infertilidade

Insónia

Lombalgia

Metrorragia

Miopia

Neuropatia

Periférica

Nevralgia

Intercostal

Nevralgia Trigémio

Nevralgias

Obstipação

Osteo-Artrite

Pânico

Paralisia Facial

Parestesias

Periartrite Escápulo-Umeral

Prurido

Recuperação de Sequelas de Acidente Vascular Cerebral

Recuperação Pós Parto

Relaxar no Parto

Rinite

Síndroma do Túnel Cárpico

Síndroma Pré-Menstrual

Sintomas de Menopausa

Sinusite

Sinusite Alérgica

Tendinite

Tiques

Toxicodependências (drogas, álcool e tabaco)

Tremores

Urticária

Zumbidos

Anúncios

5 comentários em “O que é a Medicina Tradicional Chinesa?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s